0800 721 8181

Revista Retratos nº 15 - janeiro de 2019

Seja o primeiro a avaliar este produto

R$0,00

Disponível: Sem estoque

Short Description

o ano começa com o Brasil envolvido nos preparativos para em 2020 realizar mais um Censo Demográfico. Mas qual a importância dessa grande pesquisa que envolve o emprego de re...

Descrição

Detalhes

o ano começa com o Brasil envolvido nos preparativos para em 2020 realizar mais um Censo Demográfico. Mas qual a importância dessa grande pesquisa que envolve o emprego de recursos públicos e o trabalho de muita gente? Para responder a essa pergunta, a Retratos traz nesta edição uma matéria que mostra como os dados coletados em um recenseamento são utilizados pelo governo e pela sociedade. O Censo impressiona tanto pelos números relativos à sua operacionalização, como pela relevância das informações que disponibiliza para o país. Além dos resultados do Censo 2020, a atualização da legislação estatística nacional e a ampliação do uso de registros administrativos na produção das estatísticas oficiais são iniciativas que vão ajudar a melhorar o retrato do Brasil. A meta, como mostra a entrevista com Roberto Olinto Ramos, presidente do IBGE, é produzir mais informações, com menor custo e mais eficiência. Apurar nosso retrato é observar cada vez mais as diversas realidades presentes no país, como é o caso das comunidades tradicionais presentes em várias partes do território brasileiro. Por isso, depois de falar sobre os Quilombolas (Retratos nº 2) e os Yanomami (Retratos nº 14), nossa equipe preparou uma reportagem sobre as quebradeiras de coco babaçu: um grupo de mulheres que perpetuam uma tradição na zona rural do município maranhense de Bacabal, localizado a cerca de 250 quilômetros da capital, São Luís. Nesse retrato também há espaço para o novo: o contraste entre o envelhecimento no perfil dos produtores que atuam na agricultura familiar e o perfil dos jovens que deixam a cidade grande para resgatar o contato com a natureza e viver nas chamadas ecovilas. E por falar em mudanças, apesar de ter perdido muitas de suas salas de exibição, o cinema se atualizou, buscando novas formas de exibição e de se relacionar com o público. Por fim, vale conhecer a experiência de dois angolanos que vestiram a camisa do IBGE. Boa leitura!

Informação Adicional

Informação Adicional

Código 000041
Código de Barras Não
Abrangência Brasil
Mídia Virtual
Link para download https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/media/com_mediaibge/arquivos/9195164a0e8db3cba3dfe5c2178056f1.pdf

Comentários

Queremos saber sua opinião

Apenas usuários registrados podem comentar. Por favor, identifique-se ou cadastre-se

Tags do Produto

Use espaços para separar as tags. E aspas simples (') para frases.